Pinheiros: o bairro mais descolado de São Paulo

//Pinheiros: o bairro mais descolado de São Paulo

Pinheiros: o bairro mais descolado de São Paulo

A cidade de São Paulo oferece pequenas sínteses dos mercados que a consagraram como a capital econômica do país. Se a moda se impõe através das vitrines da Oscar Freire, é pelas esquinas do Bom Retiro que ela é democratizada. O dinheiro responde por si só, sem cerimônias – ele é Paulista. Enquanto a boemia circula cheia de música entre os copos da Vila Madalena, a arte, volta a ocupar sua origem mais urbana, no Centro. Dentre tantas delícias de São Paulo, foi no bairro de Pinheiros, na Zona Oeste, que a cultura e a gastronomia encontraram abrigo especial, pelo menos nos últimos anos. Os motivos para olhar o bairro com todo carinho na hora de organizar seu próximo evento você encontra agora:

O novo consumo

Descolado e cheio de poder de consumo, a vocação sociocultural do bairro atraiu olhares empreendedores. Principalmente, aqueles que investem em produtos e serviços relacionados ao bem estar, tecnologia e experiências gastronômicas. Os segmentos são vistos como prioridades de consumo para os mais jovens, que foram naturalmente atraídos pela região. Hoje, pelo menos 20 startups criaram suas sedes nas proximidades da Praça Largo da Batata. Os destaques GuiaBolso e Beblüe estão entre elas. O número se torna ainda maior quando somado aos mais de 20 coworkings instalados na região. Para quem gosta de comer bem, Pinheiros ainda desfruta de dezenas de restaurantes, bares e cafeterias, muitos deles ocupando o topo das críticas gastronômicas da cidade. Entre os profissionais que circulam, e passam a habitar o bairro, estão desenvolvedores, chefs e comunicadores e pessoas interessadas em transmitir ao mundo cada uma dessas novas ideias.

O efeito funciona como ímã para empresas que querem estar presentes neste ambiente, sem mudar toda sua estrutura. A solução encontrada para se reposicionar? Organizar eventos próximos a estes espaços, contemplando a atmosfera jovem e inspiradora dos novos negócios. Além de, claro, gerar experiências para seus convidados que prontamente compreendem a proposta de renovação e de se ter olhos no futuro.

Mobilidade integral

Outro ponto positivo para quem deseja produzir eventos no bairro é a mobilidade. Para os que vem de carro, taxi ou Uber, o bairro de Pinheiros tem ao seus pés sua homônima marginal – acessível, mas nem de longe a única opção para se chegar. Recortado pela nova Linha Amarela do metrô, é possível desfrutar das estações Fradique Coutinho e Faria Lima que possuem o serviço novo e cheio de informações para visitantes.

As novas linhas fizeram e fazem muito sucesso com quem vem de outras regiões, mas as estrelas do bairro certamente se tornaram as ciclofaixas. Elas garantem a mobilidade praticamente integral aos seus moradores e criaram, inclusive, seu próprio ecossistema. A opção se tonou tão comum pelas redondezas, que Pinheiros foi escolhido para testar a primeira versão dos patinetes elétricos para compartilhamento da marca Ride. A recém chegada Yellow, que aluga bicicletas, também escolheu o bairro como carro chefe para o seu negócio. Já os bancos Bradesco e Itaú, que já ofereciam o serviço de compartilhamento de bicicletas através de pontos fixos, também reforçaram suas frotas ao longo do último ano.

Um mundo cultural

Inaugurado em 2001, o Instituto Tomie Ohtake foi um marco na história da cultura e da arquitetura de São Paulo. A obra de Ruy Ohtake, filho da artista plástica Tomie Ohtake, conta com sete salas de exposição, divididas em dois pisos, setor educativo, quatro ateliês, restaurante e livraria. Após sua construção, outras casas de cultura também chegaram ao bairro, como Museu A Casa Brasileira, Unibes Cultural e Casa Natura. Todos eles guardam shows, exposições rotativas e diversas atividades culturais que atraem público de todo país e também do mundo.

Dentro do mesmo complexo do Instituto Tomie Ohtake  ainda são contemplados o Espaço Teatral, o Restaurante Santinho e o Rooftop 5 & Centro de Convenções. Essa união de espaços tão plurais e complementares garante eventos que desfrutem de toda a atmosfera gerada pelo bairro, mas com todas as soluções à mão. Imagina só: uma palestra pela manhã, com almoço dentro do próprio espaço, seguido de visita guiada a uma exposição e depois um coquetel no rooftop? Motivo para ser muito bem visto aos olhos do público!

Pronto para desfrutar do bairro mais charmoso de São Paulo? O Rooftop 5 te ajuda nessa jornada. Baixe agora gratuitamente o nosso Planner de Eventos ou então solicite aqui um orçamento personalizado do Rooftop 5 e comece hoje a planejar o seu evento de sucesso. Temos certeza que você também tem algo de muito legal para dizer para o mundo!

Por | 2018-10-12T07:52:59+00:00 19 de setembro de 2018|Organização de Eventos|2 Comentários

Sobre o Autor:

2 Comentários

  1. Eliana Oliveira 4 de outubro de 2018 at 23:24 - Responder

    Boa noite, tudo bem? Tenho visto a divulgação do espaço e gostaria de saber se vcs de alguma forma vão levar em conta a comunidade que mora no entorno? Moro próximo, vejo meu Edificio nas fotos de divulgação. Vcs levam em consideração os transtornos que causam aos moradores nos dias de festa no rooftop? Som alto que reverbera pelo vale, o zum-zum das conversas e às vezes recebemos de brinde um telão e tudo sem hora para acabar, sem tratamento acústico, com muitos decibéis acima do permitido. Sei que o Instituto só visa o lucro, mas o preço é o desassossego dos moradores do entorno, infelizmente.

    • Fabiane Carrijo 19 de outubro de 2018 at 12:15 - Responder

      Olá, Eliana! Tudo bem e com você? Lamentamos muito o desconforto relatado e nos colocamos à disposição para tratarmos o tema. O Rooftop 5 sempre teve um ótimo relacionamento com a comunidade de Pinheiros e nos colocamos a disposição para evitar qualquer incômodo durante nossas atividades.

      O nosso espaço hoje conta com estrutura de isolamento acústico, porta-giratória e regras internas que impedem o uso de som em nossos terraços, além de uma eficiente equipe operacional que controla de perto o volume de som. Inclusive, há também um grupo de moradores dos arredores que constantemente falam conosco sobre este controle e que tem relatado estarem bastante satisfeitos com as nossas medidas de atenuação.

      Você poderia, por gentileza, relatar a região que se encontra sua residência para verificarmos o que pode estar acontecendo? Como possuímos duas varandas, uma para a Avenida Faria Lima e a outra voltada para a Praça do Por do Sol, ficará mais fácil identificar algum possível problema. Lembramos que o bairro de Pinheiros é composto por diversos espaços de eventos, bares e restaurantes e, muitas vezes, o som pode se confundir com o do nosso espaço, mesmo quando não estamos em operação. Será um prazer ajudar e nos certificarmos que toda a comunidade se sinta confortável! Por isso, peço a gentileza de que você envie um e-mail para fabiane@noveeventos.com.br, que imediatamente o encaminharei para minha Diretora Operacional.

      Obrigada mas uma vez e tenha um ótimo final de semana!

Deixe seu Comentário